visualizando 147 posts encontrados na tag #cronica

Medo de gente grande

Tem dias que eu queria ainda não ter crescido. Dias, como hoje, que a ingenuidade de acreditar que o mundo acaba logo ali depois da esquina me fez falta. Queria, mesmo que por um breve instante, sentir novamente o gosto de ser café-com-leite. Poder ter medo••• Continue Lendo

Na última vez que te vi

Na última vez que te vi nós nem nos olhamos direito. Qualquer pessoa naquela festa diria que éramos completos desconhecidos se cumprimentando, mas a sensação de que ninguém nesse mundo me conhece tanto quanto você ainda me sufocava. É uma droga ter tanta memória em comum••• Continue Lendo

É você que me cobre de amor

Você roubou o meu cobertor e eu acordei no meio da noite, com frio. O tempo nem estava tão gelado assim, mas sou do tipo de pessoa que não dispensa um edredom nem quando o tempo está ameno. Olhei para o lado e,••• Continue Lendo

O primeiro dia

Na virada de ano eu fechei meus olhos e enquanto os fogos barulhentos iluminavam o céu, fiz um único desejo. Não pedi dinheiro, não pedi viagem e também não pedi sucesso. Pedi uma boa companhia pra estar ao meu lado enquanto batalho e conquisto••• Continue Lendo

A última mala

Fechei a última mala. Tentei pegar todas as coisas, sem deixar nada esquecido nos cantos, porque acho mesmo que, quando a gente sai da vida de alguém, devia tentar não deixar bagunça. É claro que meu cheiro vai continuar nos lençóis por um••• Continue Lendo

Não é mais você

Ela vai embalar suas coisas e deixar na sua portaria, com um bilhete singelo escrito “A gente se vê”. E enquanto você engole a indiferença, tentando tirar da sua garganta o nó do fim, ela vai ao cabeleireiro cortar o cabelo, mudar a••• Continue Lendo

Numa boa

Ainda doía quando escrevi. Já reparou que coração partido faz isso? Rende música. Texto. Quadro. Fotografia. No mínimo, um dia em silêncio, debaixo das cobertas, acalmando a alma e vendo filmes que, antes, a gente não tinha tempo, ou vontade, ou disposição pra••• Continue Lendo

Caro adolescente,

Quando você tiver 22 anos, como eu, você vai se ver em um meio termo apavorante. Ainda vai ter medo de dizer que chegou de vez no mundo dos adultos, mas já não vai poder ter seus erros perdoados por ser “novo demais”.••• Continue Lendo

A maturidade não cai do céu


Na minha adolescência, esperei ansiosamente pelos 18 anos. Não iria fazer festa, uma viagem, ou algo do tipo. Apenas queria chegar logo na fase da vida em que viramos independentes. Sempre fui uma menina pra frente, de me virar em certos momentos••• Continue Lendo