Entre Amigas: “Ele só me quer como amante!”

medo-do-mundo

F, 17 anos, Rio de Janeiro – Oi. Conheço o blog já tem uns anos e sempre vejo as meninas contando suas histórias e agora me vi num ponto onde decidi compartilhar essa história com vocês. O caso é o seguinte: há um ano, mais ou menos, eu era apaixonada por um garoto da escola e ficamos. Depois disso resolvemos “ficar mais sério” mas só durou 3 meses. Depois disso ele começou a namorar e já está com essa namorada atual há 1 ano, eu acho. Acontece que eu ainda gosto dele e, numa festa recente, nós acabamos ficando e ele traiu a atual namorada com mais 3 garotas além de mim! No outro dia fingi que nada tinha acontecido, mas acho que ele não quis ignorar e continuar como estava, então ele começou a falar comigo pelo whatsapp e pelo chat do Facebook, dizendo que estava apaixonado por mim e queria uma chance de novo. Eu respondi dizendo que ele tinha namorada e não deveria ficar dizendo que queria uma chance comigo e falando coisas do tipo “estou com saudades de nós dois” e “quer você de novo” pelas costas da namorada dele. Ele disse que queria ficar comigo novamente mas que não queria terminar com a namorada dele pois não queria “nada certo” comigo!

Olá F, tudo bem? Primeiramente, acredito que o erro começou quando você ficou com ele sabendo que ele tem uma namorada. Ok, você agiu por impulso e ficou. Acredito que fez até bem em ignorar porque não dá para acreditar na índole de alguém que fica com 4 garotas diferentes em uma noite sendo namorado de alguém.

Segundo que, caberá à você decidir sobre os seus sentimentos e ver se essa proposta dele vale mesmo a pena ou não. Se ponha no lugar da garota, encontre seus sentimentos e descubra o que fazer com isso. Há pessoas que aceitam, tranquilamente, ser “a outra” da história, mas, pelo que vejo, acredito que você seja contra isso. E se é realmente contra, então recuse a proposta. Simples.

Eu fiquei chateada com isso que ele disse, mas eu gosto desse menino, sei que ele não presta, mas a gente não escolhe, você sabe. Eu sei que a qualquer momento que ele quiser ficar comigo não serei forte o bastante para dizer “não”, o que acaba passando uma imagem pra ele de que pode ficar comigo quando quer! Não sei o que faço pois ainda sou apaixonada por esse garoto. Me ajuda! Beijos.

F, defina isso que sente e separe o que você acha certo do que você acha errado. E às vezes faz bem deixar o coração um pouco de lado e pensar com cabeça. Nem sempre o coração está certo, você sabe. E, nesse caso, é preciso que você seja forte. Se essa proposta, se esse “cargo” vai contra os seus princípios, então não aceite. Recuse a “oferta” e não dê mais ideia para um garoto que age dessa maneira. Isso, para mim, é falta de caráter da parte dele. Cabe à você compactuar ou não com essa ideia. Se achar que será melhor continuar ficando com ele, então pense e arque com as consequências. Se achar que é melhor ficar longe, então aprenda a ser firme. Não é fácil, mas é necessário. Boa sorte.

Está enfrentando algum conflito? Tem alguma dúvida sobre amizade, amor, família, etc? Então mande um e-mail para entreamigas@depoisdosquinze.com contendo seu nome, sua idade, sua cidade/estado e conte-nos sua história. E lembrem-se: estamos sempre Entre Amigas!

24 Comentários
Entre Amigas: “O medo me impede de viver!”

medo-conselho

Mikaelle, 17 anos, Pará – Oi gente, é a primeira vez que escrevo para o depois dos quinze. Preciso muito falar, conversar e ouvir um conselho. Meu namorado não gosta mais de mim como antes. Depois de ouvir uma conversa sobre objetivos dentro de uma relação, resolvi perguntar para meu namorado se ele tinha objetivos para nós, planos para nossa relação. A resposta foi “não sei”! Fiquei chocada e perguntei o porquê, simplesmente me disse que não sentia o mesmo carinho como no começo. Minha reação? Fiquei desesperada. Depois de dois anos me cercando, conversando comigo, me conhecendo e me aceitando do jeito que sou, finalmente me conquista e agora que está comigo, ele não me ama mais. Tenho chorado tentando entender.

Olá Mikaelle, tudo bem? A gente bem sabe que tem pessoas que passam muito tempo querendo conquistar algo e quando conquista aquilo já não faz o menor sentido para pessoa. E há também relacionamentos que esfriam com o tempo, perdem a graça e não fazem mais sentido. É complicado, eu sei. Mas será que esse não é um sinal de que as coisas não estão bem e é hora de colocar um ponto final?

Estava muito estranha essa história, então, tive a brilhante ideia de perguntar se ele estava gostando de outra. E eu estava certa. A garota é linda – o que me faz sentir pior. Qual meu problema? Não quero terminar, aprendi a gostar dele. O que eu faço?! Não consigo mais olhar nenhuma foto de nós dois sem deixar cair uma lágrima. Me ajudem!

Agradeço por, ao menos, ele ter sido sincero. Seria MUITO pior se você visse seu relacionamento definhando cada vez mais e tivesse ficado sofrendo calada. Ok, a gente fica indignada quando a gente percebe que quem a gente ama não ama mais a gente, mas dá para seguir em frente, sabe? A gente supera, sempre supera.

Talvez esse seja o maior sinal de todos de que esse relacionamento chegou ao fim. Afinal, convém para você e para o seu coração ficar do lado de alguém que já disse que gosta de outra pessoa? É passar por um sofrimento que você não é obrigada. É bem provável que ele esteja precisando de um tempo para pensar sobre isso, colocar os pensamentos em ordem e é importante que você também faça isso. Repense algumas questões, pense sobre o que vale a pena para você: ficar ao lado de alguém que gosta de outra ou ficar sozinha, mas certa de que não precisa mendigar o amor de ninguém?

Amor que é amor não foi feito para ser dado esmolas. Não aceite se o que você recebe for assim. Se valorize. E pense. Beijos e boa sorte. Te desejo muita sabedoria nesse momento.

E você? Quer contar sua história para a gente? Está enfrentando algum problema ou tem alguma dúvida? Mande um e-mail para entreamigas@depoisdosquinze.com contendo sempre seu nome, idade, cidade/estado. E lembre-se: Estamos sempre entre amigas!

 

18 Comentários
Minha sorte de ter um amor tranquilo

amor-texto

Uma vez, quando eu ainda era criança, vi em um filme que amar era assim: fácil. Depois, nas histórias da vida real, percebi que podia não ser tão simples assim. Em um dos episódios de Grey’s Anatomy, uma das minhas séries favoritas, um personagem disse para a mulher que a amava tanto que doía. E por isso eles acabaram. Era isso o que eu tinha encarado até aqui na minha vida: amores que doeram. Todos belos, guardados a sete chaves no porão das minhas lembranças, com cadeiras reservadas no meu coração. Mas amores de pratos quebrados, promessas não cumpridas e gritos que incomodavam os vizinhos. Amores loucos, possessivos, avassaladores. Eu nunca tinha vivido a tal sorte de um amor tranquilo que Cazuza falava. Até ele aparecer.

Ele, que gosta mais de margarina do que manteiga. Que toma café sem açúcar porque diz que temos que encarar as coisas da vida assim: na marra. Ele, que me convidou para ver o pôr do sol no nosso primeiro encontro ao invés de me chamar para jantar. E me presenteou com cds de todas as suas bandas favoritas. Ele, que me abraça no meio de uma briga para eu me acalmar. Que me dá presentes inesperados, beijos não aguardados e declarações a dois melhores do que em público. Ele, que segura minha mão no avião, no shopping e na rua. Que segura minha mão na vida.

E você tinha razão, Cazuza. Tem sabor de fruta mordida, balanço na rede, todo amor que houver nessa vida. Tem barulho das ondas do mar. Tem cheiro de casa. Gosto de chocolate quente. Aquela sensação de ficar na cama em um domingo de manhã sem pressa de acordar pra vida. Um amor cheio de imperfeições, diferenças e opiniões contrárias, mas com uma paciência sem tamanho. E um tédio que, na verdade, nunca chega. Tão lindo quanto todos os outros amores do mundo, mas com a sorte tranquila de ser só meu.

E com ele, apesar dos filmes, das histórias da vida real e dos meus antigos amores, eu descobri que amar não tem fórmula. Pode ser silencioso, calmo, tranquilo, feliz, barulhento, difícil, penoso, árduo, bipolar. Amor pode ser tudo, só não pode ser exato. Porque nas contas do coração, amigo, 2+2 pode dar 5. E 1+1 pode acabar virando 1 milhão. De beijos…

58 Comentários
Página 15 de 65« Primeira...1314151617...Última »