Outros


Mais cedo, zapiando pelos livros da livraria, vi um livro que me chamou atenção, acho que pela capa, era daquelas cheias de colagens, gosto de coisas assim. O titulo do livro era “como ser popular”, os exemplares desse livro tinham se esgotado, ele era o ultimo na partilheira. Sabe, eu acho que já quis ser popular um dia, não tenho certeza. Hoje acho isso tão idiota. Antigamente eu era muito influenciável, talvez por falta de experiência, timidez e coisas to tipo, na minha turma existiam o grupo de meninas e meninos que eram os mais ricos, populares, bonitos e principalmente a frete do seu tempo. eu os via como os “melhores” como algo que eu queria ser, sabe algo platônico? minha cabeça mudou tanto, percebi isso ano passado, quando ainda estudava no imaculada. Vi um grupo de meninas, acho que estavam na terceira série, elas estavam “testando” uma outra menina, que parecia ser daquelas mais tímidas, a menina queria entrar no grupinho. Mas para isso ela precisava fazer algumas coisas, eu achei isso super filme Americano, nunca me pediram isso. Mas eu ja sofri algo parecido, não tão descarado assim, mas de certa forma tive que me adaptar, hoje não faço isso por nada. Acho até doente essa parada de grupo popular ou não. Por mais que digam que não sempre vai existir isso, seja no trabalho, seja na sala de aula do colégio, seja na faculdade. Talvez isso até seja noia da minha cabeça, de qualquer maneira quem define que o grupo é melhor ou não é você mesmo, então se você não os considerar eles melhores, eles não vão ser, não pelo menos para você.

Por:
Categorias:
Tags:
Comente!


desculpem por ter sumido esse final de semana, andei ocupada.
um texto de amor, para finalisar o domingo.
amanha to aqui de novo, até lá.

” amar não é só dizer dezenas de vezes por dia ‘eu te amo” e esperar resposta em seguida, mas é ganhar uma flor roubada de um jardim e ouvir: ‘Não tinha dinheiro pra comprar um buquê, mas trouxe essas aqui,pensando em vc’é legal, faz bem pra pele, mas causa rugas por causa dos sorrisos e das caras emburradas e enfurecidas qie fazemos freqüentemente. É algo tão simples q a gente faz questão de complicar,uma pessoa não significa apenas gostar, mas admirar, respeitar entender e tentar aceitar seus defeitos. Não é apenas estar perfumado e belo para o outro, é acordar e se deparar com um ser descabelado, com mau hálito e a cara amassada. Isso quando não passa a noite inteira roncando em seu ouvido É cumplicidade e união, mesmo quando os pensamentos são diferentes, mas o outro está sempre disposto a ouvi-los e vice-versa. É se entregar a um nobre sentimento,independente da pessoa ou causa e receber a devida recíproca pela sua entrega. “

Por:
Categorias:
Tags:
Comente!


“Às vezes penso que nasci ao contrário. Sabe, saí da minha mãe de maneira errada. Eu ouço palavras passarem por mim ao contrário. E nem tudo que é certo, dá pra entender. E nem tudo que é do avesso, dá pra se ter… Mas mesmo não tendo o contrário, o errado, ou o exato, temos no peito a sicatriz eterna, de querer sempre saber, oque vem depois do começo…. E acho que vier, nunca vai ser o fim.”

Effie

Por:
Categorias:
Tags:
Comente!