Comer bem, faz bem!

dieta-1

Três sememas de provas e trabalhos resultam em quatro quilos a mais na balança. É só comigo que isso acontece? Fico ansiosa e acabo comendo qualquer besteira que encontro pela frente. Como se isso fosse garantir pontos: Barriga, você sabe a resposta da questão oito? fuééém!

Bom, de qualquer forma, as gordices valerem a pena porque  passei de ano (e a emoção de entrar no site e ver tudo aprovado gente? me abracem) e agora, finalmente, estou livre do ensino médio integrado do CEFET. Na verdade, estou prestes a me tornar uma técnica em informática industrial/automação. Ok. Grande coisa. Não vou trabalhar com isso e talvez não use em nenhum momento da minha vida. Mãããs, pra vocês, isso faz alguma diferença: Agora poderei me dedicar ao blog integralmente (alô você que mandou email em 2009 e não obteve resposta até hoje).

É sério. Recebo diariamente mais de 100 emails com dúvidas, sugestões e propostas. Com a rotina de aula manhã/tarde, acabava tendo que virar madrugada para responder tudo e às vezes, nem assim. É super chato quando isso acontece, porque tenho certeza que quem envia um email espera ansiosamente uma resposta. Algumas leitoras até ficam chateadas pela demora. E isso é péssimo, já eu eu incentivo bastante o contato direto entre a gente.

Bom, depois falo mais depois sobre esse assunto por aqui. Chega de lamentar e vamos voltar ao verdadeiro tema do post: Agora, com mais tempo pra cuidar de mim e do blog, resolvi colocar em prática  um projeto que até então só existia no papel: Perder esses quilinhos indesejados de maneira saudável. Mudar (de verdade) minha alimentação. Sou meio contra essas dietas loucas que fazem por aí. Tá que funcionam para emergências como festa e viagem, mas no fim das contas, os quilos perdidos acabam voltando e todo esforço vão embora em pouquíssimos dias.

Antes de fechar a boca e dizer NÃO para o hamburger nosso de cada sexta, precisamos entender a importância de uma alimentação balanceada. É muito mais do que simplesmente sair bem nas fotos ou ser mais bonita que ELA, entendem? Somos jovens, mas isso não vai durar pra sempre. Precisamos mudar nos hábitos (fica dica pra você que bebe constantemente e fuma) e pensar no futuro.

Pensando bem, não precisamos ir tão longe: Os benefícios de uma dieta saudável aparecem DJÁ: No cabelo (melhor que moroccanoil viu? $$$), na pele (xô espinha!), nas unhas (casco de cavalo? no more!) e em todo resto do nosso corpo. Sei que vocês já ouviram isso várias vezes dos seus pais e leram matérias que falavam em outra linguagem basicamente a mesma coisa, mas escutem bem: Esse assunto vale de verdade uma atenção especial.

Também sou teen, reconheço o quanto é difícil colocar em prática esses hábitos no dia a dia, estudando ou trabalhando. Principalmente quando em frente ao seu colégio/trabalho tem uma lanchonete que faz os melhores salgados do mundo: empadão, croissant… FOCO, BRUNA!

Estamos de férias e precisamos aproveitar isso de alguma fora. Portanto, levanta já dessa cadeira/cama e vamos começar um projeto juntas pra chegar em 2012 de uma maneira bem diferente. Não necessariamente mais magra ou mais gorda (pra você que é magrinha e quer engordar), mais saudável. Quem tá comigo?

dieta-alimentar

Pra começar vamos encarar a realidade e perder a vergonha do nosso próprio peso. Ninguém é obrigado a seguir um padrão de beleza e ter x quilos. Precisamos é nos alimentar de maneira correta, entender o nosso corpo e o principal, amá-lo. Já dizia o Pedro Bial “Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder, mesmo! Não tenha medo do seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele. É o maior instrumento que você jamais vai construir.”

O que eu quero dizer? Não adianta nada perder 10 quilos, se você não aprendeu a enxergar seu corpo de uma maneira diferente. Pra olhar aquela foto e se sentir realmente linda você precisa muito mais do que uma dieta, você precisa de amor. Amor próprio.

Vamos começar jogando limpo: Como podem ver, estou pesando quase 65 quilos (antes que perguntem, tenho uns 1,69 de altura). Não tenho vergonha de admitir isso viu? Vocês olham minhas fotos praticamente toda semana, estão cansadas de saber como é o meu corpo. Tô mentindo? Acho a maior besteira quem fica escondendo esse tipo de coisa.

Há mais ou menos dois anos fui à nutricionista. Ela era cunhada da irmã do meu ex-namorado (oi?) e parecia ser uma pessoa super doce. Acho na época eu tinha uma espécie de medo desse tipo de nutrólogo, e o fato dela ser conhecida, me animou bastante. Aproveitei a oportunidade e como incentivo, aproveitei pra levar minha mãe junto.

Tivemos uma conversa super gostosa, e contamos um pouquinho de como era nossa rotina e alimentação. Ela deu algumas receitas de acordo com nossas necessidades, mediu nosso peso/altura, calculou o Imc e todas as outras coisas que uma nutricionista faz. Em cima das receitas que mais gostamos e dos nossos horários (os meus bem loucos graças ao cefet), ela criou uma dieta alimentar ótima. Ao contrário do que a gente pensa, nada difícil de seguir. Quer ver?

dieta-saudável

Segui a dieta durante dois meses e perdi de maneira saudável (isso é importante em?) 4 quilos. Não lembro quando pesava na época, mas lembro que fiquei super empolgada com o resultado. As pessoas estavam começando a notar na rua sabe? Era tão bom quando isso acontecia!

Sabe-se lá porque, fui voltando a rotina do dia a dia, e comendo os salgados e besteiras de sempre. Resultado? Essa folha aí de cima virou só mais um papel na minha basta de papeis velhos…. Isso até hoje. Porque agora, junto com vocês, começo novamente a dieta.

Quero é saber: Quem aí topa participar disso comigo e deixar nos comentários o quilo, a altura pra irmos acompanhando de quinze em quinze dias a evolução? Que tal mais posts relacionados a esse assuntos? ;)

Pra incentivar vocês, fotografei a compra da semana que fiz no supermercado:

lactobacilos

morango

cenoura

maça

gordura-zero

dienta-saudável

Não é tão hmmm e “tumblravélquanto as fotos com o nutella, mas né…

321+ comentários