Quero ser fotógrafa, e agora?

Muitas de vocês já demonstraram interesse pela carreira de fotógrafo nos comentários aqui do blog e vira e mexe recebo emails pedindo pra falar um pouco sobre essa profissão: do que se trata, faculdades, cursos, salário, estabilidade, esse tipo de coisa. Depois de muito tempo adiando resolvi fazer esse post pra esclarecer as dúvidas.

O QUE É?

Segundo o nosso lindo Wikipédia, o fotógrafo é a pessoa que registra fotografia usando uma câmera. É geralmente considerado um artista, pois faz seu produto (a foto) com a mesma dedicação e da mesma forma que qualquer outro artista visual. Pra ser uma fotógrafa ou fotógrafo você precisa ter domínio sobre câmeras fotográficas, lentes, filmes, conhecer técnicas de revelação, ampliação e tratamento de imagens analógicas e digitais, conhecimento sobre enquadramento, foco, iluminação, entre muitas outras coisas. Mas esquecendo um pouco a técnica, o fotógrafo também deve sempre trabalhar sua criatividade, senso crítico, sensibilidade artística e principalmente seu olhar sobre o mundo.

ONDE VOU ESTUDAR?

Atualmente não é necessário diploma para exercer a profissão de fotógrafo, mas é claro que um curso vai te dar uma base gigante que você provavelmente não conseguirá lendo na internet, não é?

O site do Guia do Estudante, super conhecido por ajudar os vestibulandos possui um ótimo buscador de universidades. Segundo ele esses são os cursos de fotografia disponíveis atualmente, como vocês podem reparar sempre na região São Paulo/Rio de Janeiro. É claro que esses resultados são das faculdades mais conhecidas, se você fizer uma boa pesquisa, pode ser que encontre algo mais perto de onde você mora.

EM QUE ÁREA VOU TRABALHAR?

A área da fotografia oferece uma grande quantidade de opções para aqueles mais indecisos sobre o que escolher para especialização. As mais conhecidas (em ordem alfabética) são:

01. Banco de Dados: administração de material fotográfico para museus e centros de documentação.
02. Conservação: aplicação de técnicas para recuperação e conservação de fotos e filmes fotográficos.
03. Curadoria: organização e promoção de eventos e exposições fotográficas em museus e galerias.
04. Estúdio: fotografia de produtos para decoração, publicidade, culinária e vendas.
05. Fotojornalismo: criação de fotografias para finalidade jornalística, utilizadas em jornais, revistas e sites.
06. Moda: fotografia de modelos em estúdio e paisagens externas, produção de editoriais e catálogos (falo disso de vez em quando no blog, viram?).
07. Social: fotografia de eventos sociais como casamentos, aniversários, etc.

MAS COMO ESTÁ O MERCADO?

O mercado fotográfico hoje está extremamente concorrido e muito concentrado na região Sudeste, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro, exceto na área da fotografia social, até porque eventos como casamentos e aniversários acontecem com frequencia em todo o país.

A fotografia de moda é uma especialização que tem se destacado e se tornado bastante concorrida nos últimos anos. Profissionais desse ramo podem trabalhar fixamente para determinadas marcas ou não. Nas outras áreas que eu citei ali em cima é possível trabalhar em jornais, revistas, sites, emissoras de televisão, cinema, agências de publicidade e de notícias.


QUANTO VOU GANHAR?

O salário de um fotógrafo varia muito com o trabalho e com a sua área. Pra você ter uma ideia, segundo a Associação Profissional dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro, uma saída de até 3 horas gera R$ 359,00 inicialmente. Em outros lugares você encontra dados que vão de R$ 800,00 à R$ 2000,00. Depende do serviço, da quantidade de horas que você leva para realizá-lo, para onde e para quem você está trabalhando.

Se interessou pela profissão? Depois de decidir seu futuro, você só tem que fazer dar certo. Estude muito, faça estágios e não perca as chances que aparecerem na sua frente. A escolha de uma profissão lá no ensino médio pode mudar sua vida pra sempre, então pesquise, pesquisa e pesquisa mais uma vez antes de decidir qualquer coisa. Os vestibulares estão aí, quero todo mundo marcando a profissão certa antes de confirmar as inscrições!

Fragmentos: Guia do Estudante e Wikipédia.

49 Comentários