visualizando 36 posts encontrados de leitores

Desapego: você o conquista ou ele te consome?

Você nasce, cresce, se reproduz e morre.

Você nasce, cresce, se reproduz e morre?

É isso o que aprendemos na disciplina de Ciências enquanto cursamos as primeiras séries na infância. A gente automaticamente espera por nosso crescimento, sem perceber que já estamos nele.

Mal sabe você que••• Continue Lendo

Eu, o coração

Nunca fiquei tanto tempo preso, tanto tempo sem sentir o calor do sol. Ainda me lembro das épocas de verão: por aqui as coisas eram mais coloridas, quentes e com borboletas brancas. Tão lindas. Ela não gostava muito das borboletas, mas eu as••• Continue Lendo

Quem escolhe a playlist da sua vida?

Eu estava curtindo o Coachella. Em casa, no caso. Eis que, enquanto assistia aos vídeos no celular, chega aquela mensagem que você não sabe se fica feliz ou triste, se te confunde ou dá certeza, se te faz rir ou chorar.

Todo mundo tem uma história••• Continue Lendo

Era ela

Chega o próximo da fila, com um livro esperando para ser autografado e faz a mesma pergunta que todos os outros fizeram: “De onde veio a inspiração para tão belos versos?”

Mais uma vez você vai repetir o que ensaiou em frente ao espelho, em••• Continue Lendo

Estrelas de um brinde ao que importa

Dia desses, parei para pensar e vi que a vida gosta de quem gosta dela. De quem a tira para dançar, na maioria das vezes, no puro improviso. De quem não nega ser feliz e corre atrás da felicidade. Das borboletinhas! De quem tem••• Continue Lendo

Eu sempre adorei textões

É isso mesmo que você leu. Eu sempre adorei os textões. Tive blogs, gostava de redação, escrevia, publicava…

De uns tempos pra cá, parei. O que escrevo é quase sempre pessoal, então eu tinha aquele receio de estar me expondo demais, de não saber arcar••• Continue Lendo

As minhas tardes ensolaradas com ela

Poucos momentos em nossas vidas são marcantes a ponto de uma breve memória trazer um sorriso aos nossos lábios. Mas, com ela, as minhas memórias parecem ser infinitas.

Eu tinha R$ 7,50 no bolso – e era o suficiente, pelos menos para aquela tarde.••• Continue Lendo

Carta para a minha alma ansiosa

Querida alma ansiosa,

Não é fácil essa coisa de confessar e confiar a vida a alguém – e por incrível que pareça, foi assim que me senti nos últimos anos, quando entrar em salas de psicólogos se tornou quase a mesma coisa que entrar••• Continue Lendo

Diário da leitora: dias mágicos trabalhando na Disney

O meu sonho de trabalhar na Disney começou há anos, quando uma intercambista norte-americana ficou hospedada na minha casa – eu tinha uns dez anos de idade. Imaginem a minha animação ao ouvir as histórias de alguém que tinha trabalhado na Disney, o••• Continue Lendo