Foto: Reprodução/Luciano Matias Dominguez

Foto: Reprodução/Luciano Matias Dominguez

Escolhas nunca são fáceis. Decidir o curso da faculdade, optar por um entre dois passeios, ter de cortar um hábito da sua vida para dar atenção a outro… A gente sabe que, no exato momento em que clicamos no botão azul, pronto, não há mais a opção de escolher entre ele e o amarelo, porque aquele momento já passou – você se decidiu e a possibilidade ficou para trás. As escolhas envolvem não um só período, mas toda uma história que existe por trás delas.

Aqui eu divido com vocês coisas que nunca mais saíram da minha cabeça quando entendi alguns pontos a respeito de possibilidades e decisões.

  • Na hora de decidir, temos que analisar tudo, mas, se a gente pensar muito, não fazemos o que é necessário

Não dá para sair por aí tomando decisões como se nenhuma delas fosse afetar o nosso futuro. E isso em maior ou menor escala, porque até se você decidir coisas banais sem refletir antes, como tomar rapidinho três potes de sorvete, sabe que encarará um mal-estar daqueles pela frente. Só que, se esse período de análise de possibilidades se arrastar muito, ficamos presos. E este é o pior dos momentos, quando não seguimos nem voltamos para trás: só nos congelamos no tempo e ficamos vendo a vida passar. Estabelecer uma data limite para si mesma, então, pode ser vantajoso aqui.

  • Você sempre vai lidar com arrependimentos. Só escolha em qual lado ele vai estar: aquele de não ter feito ou o de ter realizado o que gostaria

A questão é saber que o efeito virá, irremediavelmente. Aquele frio na barriga de “pronto, agora já decidi e está feito” sempre existe e você sabe bem disso. Porém, o sentimento de “não decidi pelo que parecia certo e fiquei por aqui” também é complicado de lidar, ou seja, indo ou ficando, você sabe que por uma das situações você irá passar e é por isso que precisa analisar, junto com sua grande questão, em qual dos lados deste linha tênue você se posicionará.

Isso vai muito de acordo com quem você é, sua essência, sua personalidade e suas vivências anteriores. Coisas pelas quais já passou e não quer provar novamente, seu ímpeto de recomeçar do zero depois de uma decisão tomada ou seu jeito de ser – de quem simplesmente consegue passar de boas e mudar o foco. Como você leva as coisas? Você passaria por cima do sentimento complicado que bate na tecla do que você poderia ter feito ou compra os riscos e se joga sem medo sabendo que fez o necessário? Olhe-se no espelho e as respostas virão.

  • Decisões têm um preço e isso até nos conforta um pouco

Embora não pareça, não se engane: todas as escolhas vem com uma espécie de boleto anexado e isso é um fato. É difícil encontrar deliberações que sejam vantajosas antes, depois e durante – nunca passei por isso, mas acredito que até decidir entre ir para a Disney ou para a Patagônia envolve deixar algo para trás, e isso não é totalmente reconfortante. Enquanto espectadora eu diria: que decisão, hein? Para mim qualquer uma dessas estava mais do que maravilhosa! Mas, na pele de quem está decidindo, as opções sempre trarão os ônus e bônus daquilo que se ganhou e daquilo que se perdeu.

Ou seja, se a gente pensar nisso, fica até um pouco mais fácil. Se vamos acabar perdendo opções de qualquer forma, a situação se resume em definir prioridades e ter certeza de que uma partezinha de nós ficará para trás, sim, e isso é fato.

  • Outras escolhas surgirão – e as que ficaram no passado terão o seu significado diminuído 

A gente respira fundo e lembra: tudo passa. Tudo, tudo e tudo. É difícil no momento em que a gente decide, mas, se decretamos a sentença que julgamos naquela ocasião, é isso e pronto. Aos poucos, os efeitos vão sendo minimizados, o que abandonamos sai de nossas vidas e, assim, vamos dando lugar a novas etapas.

Não acredito que toda escolha, separadamente, te defina, porque nem sempre acertamos. Mas é o conjunto delas que te trará a confiança e a maturidade necessárias para encarar outras decisões de forma cada vez mais assertiva. O processo é cíclico e, talvez, você poderá passar de novo por todos os tópicos abordados neste post. Mas é assim com todo mundo, certo? Eu sei que é com você também.

posts favoritos
novidades

Depois de muitos erros, aprendi algumas coisas sobre escolhas

Escolhas nunca são fáceis. Decidir o curso da faculdade, optar por um entre dois passeios, ter de cortar um hábito da sua vida para dar atenção a outro… A gente sabe que, no exato momento em que clicamos no botão azul, pronto, não••• Continue Lendo

Já pensou se a Cinderella vivesse na era da internet?

Como seria a vida das princesas hoje em dia? Vira e mexe clicamos naqueles artigos que listam princesas ilustradas sob diferentes pontos de vista – amamos isso! Dia desses, falávamos sobre o assunto e começamos a imaginar como elas viveriam em 2017: acordando••• Continue Lendo

30 opções de presentes úteis e (mega) criativos para este final de ano

Época do ano mais gostosa do que essa? Não tem! Natal é sinônimo de filmes queridinhos passando na TV, luzes brilhando de noite, árvore montada dentro de casa, família reunida… e presentes legais, claro! É sobre este último tópico que o post de••• Continue Lendo

Minha dupla favorita do momento para finalizar o cabelo: Curls Rock Catwalk by TIGI

Desde que comecei a transição capilar descobri um universo novo de finalizadores que, acreditem, fazem TODA a diferença na vida de alguém que tem o cabelo ondulado. Com um produto certo eu consigo fazer meu cabelo ir de um indefinido a la ••• Continue Lendo

Compras de Natal: leia este post antes de comprar presentes!

Como estão os preparativos para o Natal por aí? O fim de ano simboliza um monte de coisas boas, mas também leva um pouquinho de dinheiro embora – e isso é super normal. Com as festas se aproximando, ficamos mesmo com vontade de••• Continue Lendo

Nova série para você maratonar: The Bold Type

Filmes como o “O Diabo Veste Prada” ou “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom” marcaram uma geração inteira de garotas e garotos que sonhavam em trabalhar na redação de uma grande revista. É óbvio que nem tudo retratado ali condiz com a realidade••• Continue Lendo

Loja de terça: peças cheias de estilo na Loja Prosa

A Carol Burgo, idealizadora e designer da Loja Prosa, trabalhou por dez anos como diretora de arte e ilustradora até decidir aplicar todo o seu conhecimento na moda. Foi assim que ela criou a marca, dando prioridade para coleções numa pegada mais••• Continue Lendo

Natal: um presente meu para vocês

O Natal sempre foi a minha época favorita do ano. É quando a família (mesmo morando longe) se une, quando as ruas ficam mais iluminadas e também quando agradecemos por todas as coisas que aconteceram nas nossas vidas ao longo do ano. 2017 tem••• Continue Lendo

Tem loja nova (e incrível) de decoração no Brasil! Conheça a Zôdio

Está vendo a foto aqui de cima? Hoje nós passearemos por prateleiras cheias de itens dos sonhos! Vamos encontrar não só materiais legais para Do It Yourself, como você já viu acima, mas um mar de produtos incríveis para organização e decoração – do jeito que••• Continue Lendo