o-que-a-garota-da-foto-tava-pensando

Faz tempo que decidi voltar a escrever. Não apenas porque me disseram que eu deveria, mas porque dissertar sobre o que eu vivo, de certa forma, me ajuda a compreender o que eu sinto. E eu tenho sentido TANTO ultimamente. Mas colocar as palavras em ordem assim fora da minha cabeça não tem sido tão simples e natural como era antigamente. É mais fácil e eficaz guardar tudo no fundo da gaveta e organizar o móvel por fora. Fazer um tour. Abrir as caixas que chegaram essa semana. Mostrar a vista. É como se com o tempo eu tivesse parado de olhar só pra dentro por ter tanta coisa para enxergar, reparar e mostrar lá fora.

Não quero – e não vou – me acostumar com isso.

Sei que não estou sozinha nessa. Para quem começou na internet há quase uma década criando conteúdo em texto se adaptar a nova era de vídeos instantâneos, exposição, imagem e clickbait não é uma tarefa tão simples, mas extremamente necessária. É por isso que tenho tentado de todas as formas imagináveis encontrar um formato que faça sentido pra mim e para o Depois Dos Quinze. Não é apenas sobre os nossos números, tenho uma empresa e obviamente também me importo com eles, mas sobre continuar sendo real e relevante para as pessoas que me acompanham aqui.

Entendo que a internet deixou de ser apenas um refúgio e se transformou na tela principal de uma geração inteira. É maravilhoso e ao mesmo tempo assustador fazer parte dessa transição. Se antes ninguém entendia direito o que nós tanto fazíamos na frente do computador, hoje dizem que temos a carreira dos sonhos porque conseguimos fazer dinheiro com algo que nos interessa genuinamente.

Então por que tá quase todo mundo sem assunto e falando da mesma coisa?

Fico pensando que a cultura e o algoritmo dessas redes sociais que prioriza números tem feito isso indiretamente com a gente (me incluo nisso, okay?). Não apenas na forma de divulgar o conteúdo, mas de criar também. O foco é sempre o número, os likes, os comentários e as interações. Mesmo que não seja genuíno e voluntário. Uma foto bonita com uma pergunta bobinha vai bem. Nos ensinam assim. Percebemos que funciona assim. Precisamos continuar crescendo, certo?! É sim o jeito mais rápido, mas acho que em longo prazo isso vai nos transformar todos em criadores sem personalidade. Versões diferentes da mesmíssima coisa. Mesmo preset. Mesmo feed.

Se o conteúdo for assim tão curto, editado e mastigado o que sobra para audiência pensar, entender e processar?

Quero muito voltar a olhar para o dia e pensar nas coisas que senti, não apenas nos itens que risquei da minha quase interminável lista de pendências e metas da semana. Meu novo desafio aqui é continuar criando conteúdo interessante, falando de coisas que eu gosto, no formato que faz sentido para minha audiência e pra mim, mesmo que isso signifique não ter um conteúdo compartilhável e viral o tempo todo.

É uma promessa, um lembrete e um desafio pessoal.

O que a garota dá foto estava pensando? Em como transformar tudo aquilo que ela teve o privilégio de viver em uma história maneira ou uma crônica inteligente, não apenas em quantos likes aquela foto terá. Continuarei amando fotografia e a arte de capturar o momento da forma mais bonita possível, mas não quero mais que isso seja a coisa mais importante do meu trabalho. Amo escrever. Amo estar aqui todos os dias enfrentando essa tela em branco. I’m back, baby! <3

posts favoritos
novidades

Uma viagem de 7 dias para a Itália

Confesso para vocês que quando fiz a minha primeira viagem internacional lá em 2011 (quem aí já me acompanhava naquela época?) eu não fazia ideia que viajar um dia se tornaria uma parte importante do meu trabalho como criadora de conteúdo.••• Continue Lendo

O que a menina da foto está pensando?

Faz tempo que decidi voltar a escrever. Não apenas porque me disseram que eu deveria, mas porque dissertar sobre o que eu vivo, de certa forma, me ajuda a compreender o que eu sinto. E eu tenho sentido TANTO ultimamente. Mas colocar as palavras em ordem••• Continue Lendo

Practical Magic: um livro que ensina sobre astrologia, cristais, sonhos… e muito mais

Foi em Santa Monica, lá na Califórnia, que vimos e compramos o livro Practical Magic, de Nikki Van De Car. Ele já conquista de cara pelos aspectos físicos: tem capa dura e é cheio de ilustrações incríveis da artista Katie Vernon. A obra serve como um••• Continue Lendo

10 situações reais na vida de toda louca por gatos

Se você tem um gatinho em casa, sabe que… bom, você não tem simplesmente um gatinho em casa e pronto. Este é só o começo! :P Quem é gateira de verdade entra neste mundo de amor pelos bichanos de quatro patas mergulhando de cabeça –••• Continue Lendo

Loja de terça: conheça a Jouer

A loja do dia é uma marca independente ligada a movimentos de arte, moda, fotografia e música que produz coleções leves e inovadoras com uma pegada que envolve consumo consciente, honestidade com relação aos fornecedores e empreendedorismo saudável. Estamos falando da Jouer, que••• Continue Lendo

Uma nova versão de você: cinco passos para se reinventar

Está precisando dar um reset e começar tudo de novo? Então este post chegou em boa hora. Recomeçar, muitas vezes, não só é necessário, como também uma coisa que, embora um pouquinho difícil, nos faz um bem danado: você tem a chance de••• Continue Lendo

Sabonete para acne: testamos e aprovamos o Dermotivin

Acne é um assunto bastante comentado neste blog. Estamos sempre falando disso por aqui, já mostramos como foi a consulta da Au sobre o tema e sempre procuramos trazer dicas relacionadas à redução das espinhas. Pois bem, foi nisso que acabamos testando um sabonete líquido••• Continue Lendo

6 novos álbuns para ouvir este mês e se atualizar na música

Vamos ouvir novidades? Se você está escutando sempre as mesmas playlists e sente estar por fora do que rola de novo no mundo da música, temos notícias: o último mês foi cheio de bons lançamentos internacionais! Tem rock, rap, pop e muito mais••• Continue Lendo

Estamos doidas para começar a praticar Acroyoga e vamos te mostrar o porquê

Você já ouviu falar em Acroyoga? A gente precisa confessar que descobrimos a modalidade há pouco tempo e estamos de queixo caído! A atividade que vem ganhando o nosso feed do Insta não é tão nova assim, mas tem ficado cada vez mais popular.••• Continue Lendo