Conecte-se com você

09 de abril de 2017
você está lendo Conecte-se com você
comportamento

Foto: Reprodução

É sempre bom reservar um tempo para cuidarmos de nós.

Não só no sentido de passar cremes, tirar um dia de folga e ou se presentear com uma merecida noite de muitos filmes e sorvetes. Estamos falando de um cuidado diferente. Analisar quem somos por dentro, longe de tudo aquilo que conquistamos ou que ainda queremos conquistar.

É natural dar importância aos seus pensamentos. Afinal, não há jeito de viver sem eles, que passam por sua mente o tempo inteiro e te fazem refletir a respeito de tudo o que está ao seu redor. Até as menores coisas podem trazer lembranças, questionamentos e conclusões.

Só que somos muito mais do que isso. Por mais que eles que nos governem, por dentro de cada um existe um ser cheio de luz, que pode se sentir em paz independente do que acontece no mundo que nos cerca.

Pense nas vezes em que você se sentiu feliz. Sempre havia um motivo, certo? Um acontecimento incrível, uma notícia boa, enfim, qualquer coisa que tenha armado um sorriso em seu rosto. Estes momentos são preciosos, devemos valorizá-los. Mas acontece que não precisa ser sempre assim. Também é possível buscar um bem-estar que vem de dentro e nos faz bem sem razão aparente.

Vamos cultivar a felicidade dentro de nós mesmas? Não estamos dizendo para você “pensar no que já tem ou é”, justamente o contrário: deixe os pensamentos irem embora, focando o nada, o vazio, até você se dar conta de que cada pedacinho de seu corpo existe, vibra e pulsa… e que você tem força suficiente para controlar as energias do seu mundo.

O que vem de fora nos invade o tempo todo e dá sim para colocar o exterior de lado em alguns momentos. Limpando nossas mentes e buscando o controle que mora dentro de nós, trazemos luz à simples ideia de que é um privilégio estar aqui. Pratique fazer aquele silêncio que muitas vezes você não consegue praticar no dia a dia e busque um ponto de luz no meio dessa calmaria – que sempre virá.

Assim, você se afasta de questões que te perseguem a todo momento e marca um encontro com si própria e, em troca, alcançará a percepção do seu espaço e de que tudo depende da sua forma de pensar. É possível mudar os seus rumos.

Conecte-se com você. Vale a pena.