Receita: pavê de doce de leite no pote

pave-de-doce-de-leite

O pavê, pra quem não sabe, é uma receita francesa, mas acho que todo brasileiro conhece tanto que já podemos chamar de nossa também. Desde que fiz aquela entrevista para a Band onde mostrei as 5 sobremesas que eu mais gostava em São Paulo a galera vem me pedindo para fazer o pavê da Casa Garcia. Claro que o dono nunca me passou a receita, portanto eu fiz uma receita minha de Pavê de Doce de Leite e coloquei em potinhos para servir no aniversário do Paulo (meu marido). Se você preferir também pode fazer em uma travessa maior como normalmente se faz. Semana que vem eu volto com mais uma receita que vocês pediram, dessa vez comemorando o mês do meu aniversário.

Beijocas mil e até semana que vem com mais uma deliciosa receita que vocês pedirem!

20 comentários

Vlog: lançamentos em Brasília e comprinhas

lancamento-em-brasilia

Na última semana estive em Brasília pra divulgar e autografar o livro ”De Volta Aos Sonhos”. Foram dois dias de evento em diferentes livrarias, então já adianto que o vlog ficou um pouquinho mais longo que o normal. Obrigada pelo carinho dos leitores que foram e ficaram horas na fila pra me conhecer e tirar foto. Espero que vocês gostem da história da Anita e que eu volte em breve com mais tempo pra passear, né? O que tem de legal pra fazer em Brasília? Contem nos comentários.

Ah, e para assistir mais vídeos como esse é só se inscrever no canal do blog.

44 comentários

O segredo dos batons de cores fortes

como-fazer-batom-vermelho

Quando o assunto é maquiagem no inverno, uma das coisas que eu mais gosto é a coragem que a mulherada arruma para usar e ousar com batons mais fortes. Nos últimos anos vi que até a galera mais nova começou a amar cores como vinho, roxo e marrom. O único problema é que justamente nessa época do ano, com o tempo super seco e até um friozinho, nossos lábios ficam bem mais ressecados. Esse é o assunto do post de hoje.

batons-escuros

Sempre que vou me maquiar no salão e quero fazer um look com batom escuro ou mate, o profissional começa usando um hidratante labial sem cor. O truque parece óbvio, mas a verdade é que a gente acaba esquecendo desse detalhe em casa, né? A ideia é deixar o produto nos lábios enquanto a pele é preparada. Depois, quando for a hora de passar o batom escuro (mate ou cremoso), fica bem mais fácil de espalhar e a durabilidade também é maior porque os lábios ficam mais macios e uniformes.

med

Fiz uma sessão de fotos para ilustrar esse processo com o NIVEA Med Protection, que pode ser usado como primer, já que ele proporciona hidratação e reparação imediatas.

nivea-labios

O legal do MED é que ele é rico em ingredientes hidratantes como vitamina E, bisabolol e óleo de gérmen de Trigo, que reparam os lábios rachados na hora. Fora que tem FPS 15, o que oferece uma proteçãozinha extra contra os raios solares UV. Além de garantir que os lábios não fiquem com aquele aspecto “craquelado” com o batom escuro.

bolsa-mapa

Outro balm da NIVEA que vocês já devem ter ouvido falar é o Essential Care, que é enriquecido com óleo de jojoba e manteiga de karité. Ele possui 12 horas de hidratação, então você pode passar pela manhã que os lábios continuam macios durante boa parte do dia. Até quando você mudar de ideia e decidir passar aquele batom mais escuro. Alguém aí também costuma passar hidratante labial antes do batom? Conta pra gente nos comentários do post.

41 comentários

O pote de balas e doces

pote-de-doces

Quando eu era mais nova lembro que adorava ir até a casa da minha madrinha simplesmente porque lá havia um pote cheio de balas e chocolates. Lá em casa doce sempre foi algo controlado, por questões financeiras e de gordurinhas, então a ideia de existir um lugar onde isso era ilimitado me deixava realmente empolgada. Veja bem, não tô dizendo que visitar meus padrinhos era totalmente por interesse. Eles sempre foram muito carinhosos comigo e nunca deixaram de me dar um abraço no dia do meu aniversário. Lembro que 18 de maio só era completo se minha madrinha fosse lá na porta de casa me dar um beijinho e entregar o pijama que eu usaria até o ano seguinte. Tenho e uso alguns deles até hoje.

Tô contando tudo isso porque só agora me dei conta de que uma das primeiras coisas que fiz quando fui morar sozinha foi separar um pote pra colocar todas os doces e balas da minha casa. Infelizmente hoje em dia não tem mais tanta graça como antigamente e eu não posso abusar exatamente pelos mesmos motivos que a minha mãe usava, mas é legal saber que eu consegui ter o meu próprio pote de doces. É tipo uma realização que prova que eu me tornei oficialmente uma adulta. É um detalhe, uma besteirinha, mas que fez a ficha cair pra mim. Tipo quando minha prima engravidou ou eu fui assinar a papelada do apartamento.

become-adult

Agora eu quero saber: só eu sou louca assim ou vocês também acabaram levando uma vontade de infância pra vida adulta? Contem detalhes nos comentários.

43 comentários